Pílulas do cotidiano: pequenas reflexões sobre a vida

Oi, gente! O post de hoje reúne alguns pensamentos, divagações, o que eu chamo de pílulas do dia a dia… Espero que gostem, que compartilhem, que opinem. Esse espaço é pra vocês divagarem também.

<3<3<3<3

Há dias em que temos muito a falar. Em outros, palavras nos faltam.
Nem sempre falar é fundamental. O silêncio pode ter um significado muito mais intenso, inclusive. Quando as palavras faltarem, silencie.
No dia em que eles se revelarem, fale.
Silenciar ou falar é questão de bom senso.

<3<3<3<3

A gente sempre terá motivos para sorrir e motivos para chorar.
Algumas coisas vão bem, outras degringolam… A questão está em mirar os bons motivos
e sorrir por causa deles. O riso no rosto vai levantar o astral
e ajudar a compreender melhor os motivos do choro.
É uma alternativa!

<3<3<3<3

Não devemos nos sentir obrigados a fazer certas coisas, apenas porque
algumas pessoas acham que deveríamos. É importante superar esta fase,
aprender a agradecer a gentileza do “conselho”,
até pensar sobre ele, avaliar, mas fazer aquilo que você acredita ser o melhor para si.
Não que as pessoas não tenham razão ou estejam erradas.
Apenas porque é preferível decidir o rumo que dará à vida.
Se acertar, mérito seu. Se errar, mérito seu também.
É fundamental assumir a responsabilidade pelas próprias alegrias e tristezas.

<3<3<3<3

Ninguém é feliz o tempo inteiro. Não precisamos passar essa impressão aos outros.
Somos imperfeitos, temos dias ruins, passamos por situações desagradáveis,
nos decepcionamos. Tudo isso faz parte do viver.
Deve doer demais fingir a felicidade diária. Talvez seja mais produtivo mostrar nossas fragilidades. E mostrar que temos forças para superá-las.
É razão muito melhor para se ter orgulho.

<3<3<3<3

É preciso ser educado. É algo básico. Não falo aqui da educação formal que é  reproduzida no universo acadêmico, mas da arte de tratar bem as pessoas,
com cordialidade. Todos temos dias difíceis, temos problemas devastadores,
mas não podemos usar isso como desculpa para justificar comportamentos grosseiros. Recebemos de volta o que doamos. Por isso é tão importante doar
sorrisos e gentilezas. O mundo seria bem melhor se pensássemos nisso diariamente ao acordar.

Anúncios

Sobre Alane Virgínia

Apaixonada por livros, letras, sons, imagens e pessoas. Advogada por vocação e jornalista nas horas vagas.
Esse post foi publicado em Pequenas digressões e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Pílulas do cotidiano: pequenas reflexões sobre a vida

  1. bmf45 disse:

    Adorei, Alane!
    É uma lição diária de vida!
    A bem da verdade, eu procuro, inconscientemente, seguir boa parte destas sugestões apresentadas em seu belo texto publicado! Nem sempre, é possível fazer tudo, conforme o “script”, porém, só o fato de se preocupar em ser ‘correto’, acredito que seja a trilha certa para percorrer a estrada com um pouco mais de ‘serenidade’. (claro, “não ser” politicamente correto, né!?- Rsrsrrs – Que, aí, já é demais!)
    Valeu!
    ____
    Aaah, sua “bandidinha”…Vc ‘some’ e, nem pra responder os comentários, que fiz, anteriormente, heim!? Huuum… (Sei que sua agenda é apertada! – Mas, por favor, não se esqueça dos seus admiradores, ok!? – Eu mesmo sou um deles…Rsrsrsr!)
    Muito bem, é isso!
    Bjs! Até a próxima!

    Att.: Bene Menezes – Santo André – SP
    19:20 – 29112013

DEIXE UM COMENTÁRIO!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s