Test Drive: Liiv Botanicals Avon

*Texto e testes de Andreia Santana

Um bom espaço para discutir moda e beleza precisa ter sua sessão de testes. Afinal, quem é que não gosta de saber uma segunda opinião antes de comprar algum produto? Nós, embora sejamos jornalistas comprometidas com a verdade e a apuração dos fatos, também somos consumidoras que sentem na pele o efeito das próprias escolhas. Alguns produtos, para nós, nosso tipo de pele, cabelo, corpo, são excelentes, outros, ao usarmos, vemos que não surtem o efeito esperado. A ideia do Test Drive, nova sessão do Conversa de Menina, inaugurada nesta quarta-feira, é dividir com vocês as experiências de três mulheres que consomem cosméticos, perfumes, roupas, acessórios e uma infinidade de produtos femininos à venda no mercado.  Nossa intenção não é avaliar negativamente nenhum produto – embora sejamos críticas com relação ao que consumimos – e nem recomendar o uso para ninguém, mas apenas dividir o efeito causado em nós mesmas e que talvez, sirva como aquela opinião a mais para mulheres que tiverem um perfil parecido com o nosso. No espaço de comentários dos posts, inclusive, ficaremos felizes em ler opiniões de outras pessoas que também tenham usado o mesmo produto.

Para começar  o test drive, experimentei três produtos da linha Liiv Botanicals Avon, produtos estes comprados por mim enquanto consumidora e não enviados por nenhuma assessoria de comunicação. Prometemos sempre avisar para vocês quando recebermos algum produto de divulgação para teste. Conto agora como me senti após duas semanas usando o Liiv Botanicals:

Quem testou: Andreia Santana, 35 anos

Cor e tipo da pele: Morena clara, com tendência a oleosidade, acne no grau 1, ausência de rugas profundas

Período de uso: duas semanas

Produtos testados: creme revitalizante para a área dos olhos, gel de limpeza facial revitalizante, gel facial revitalizante (noite)

Investimento total: R$ 50,00

Também tenho a pele muito sensível, do tipo que vira vermelho pimentão se tomo sol demais. Como sou alérgica a vários tipos de medicamento e substâncias, encontrar produtos para mim é uma tarefa delicada. Resolvi comprar o Liiv Botanicals porque a promessa da Avon era de produtos naturais, sem aditivos químicos. O gel de limpeza facial, para lavar o rosto, revelou-se muito refrescante e capaz de remover impurezas e oleosidade da minha pele. Saí do banho com a sensação de pele limpa. Após lavar o rosto com o gel, utilizei o creme revitalizante para a área dos olhos e reparei que ao contrário de alguns outros produtos que experimentei no passado, este não é do tipo grudento. A absorção é muito boa e a cobertura também. Com um pouquinho de creme consigo cobrir toda a área das pálpebras superiores e inferiores (naquela zona da olheira). Reparei apenas que preciso ter cuidado para não deixar cair produto dentro dos olhos, porque ardeu, embora após lavar com água em abundância, não tenha surgido nenhum efeito como inchaço ou vermelhidão. Por último, passei no rosto o gel facial revitalizante (noite). Escolhi comprar “o noite” porque como tenho tendência à oleosidade e um pouco de acne, evito usar cremes e prefiro os cosméticos em formato gel ou gel-creme, geralmente  oil free (livre de óleo). Li no folheto do produto que quem tem acne severa não deve usar. Como não é o meu caso, para mim funcionou. O resultado, nestas primeiras duas semanas de uso, foram muito bons. A pele ficou muito limpa e fresquinha, com um nível de hidratação agradável ao toque. O que mais gostei dos produtos é que não deixam o rosto muito melado e também dá uma sensação muito boa de rosto que acabou de ser lavado, que dura horas após o banho. Para usar após chegar do trabalho à noite e fazer aquela higiene cuidadosa para retirar as impurezas da rua, está perfeito. Ainda não deu tempo de reparar se ele também age recuperando micro-danos da pele e eliminando os primeiros pezinhos de galinha, mas conto para vocês quando tiver mais tempo de uso…

*Andreia Santana, 37 anos, jornalista, natural de Salvador e aspirante a escritora. Fundou o blog Conversa de Menina em dezembro de 2008, junto com Alane Virgínia, e deixou o projeto em 20/09/2011, para dedicar-se aos projetos pessoais em literatura.

Anúncios
Esse post foi publicado em Beleza, Cosméticos, Test Drive e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Test Drive: Liiv Botanicals Avon

  1. sandra disse:

    Estou usando o creme fácial revitalizante e só têm quatro dias e estou gostando assim, que puder irei comprar o restante da linha.

  2. Oi Sandra, fiquei meio triste com a Avon pq eles tiraram esses produtos de linha. Ao menos, nunca mais encontrei nem nos folhetos e nem no site deles. Gostava muito do gel revitalizante para lavar o rosto. Abs!

  3. rita de cássia disse:

    acho que a maior burrice da von foi ter tirado do mercado uma linha de produtos que surtiam efeitos satisfatórios. Não desmerecendo as demais, mas depois do renew, na minha opinião a melhor linha de cosmética facial foi a liiv.

  4. rita de cássia disse:

    às vezes, costuma vir naquela revista grandona, que só as revendedoras têm acesso….. se a sua consultora avon for bacaninha, ela consegue pra vc, foi assim que consegui comprar os meus, graças à minha divina consultora…..bjão, néia!!!!

  5. Oi Rita, boa dica, vou perguntar pra minha consultora também. Bjs

  6. fffeburro disse:

    alguem mim fala por que tiraram o produto da liv ????

  7. Olá,
    Infelizmente, a Avon parou de fabricar os produtos dessa linha. Acredito que porque era uma linha de edição limitada ou então porque não teve a procura necessária para fazer com que a empresa continuasse investindo. É uma pena, porque os produtos eram bons. Abs!

  8. Ivone disse:

    queria comprar o creme facial da liiv mais não to achando onde vcs compraram?

  9. Oi Ivone,
    Eu fiz o post em fevereiro de 2010 e o meu Liiv já acabou faz tempo. A Avon, infelizmente, não fabrica mais essa linha. Logo depois que os meus produtos acabaram, não encontrei mais nos catálogos da marca e nem com consultoras que faziam estoque. Abraços!

Os comentários estão encerrados.