Artigo: Para cuidar bem das suas orquídeas

Minha mãe é a “menina do dedo verde”, minha avó também era. Eu, infelizmente, não herdei esse talento com plantas, embora adore jardins floridos, vasos enfeitando a casa…o verde, que é minha cor favorita. Como sei que existem outras pessoas como eu, que adoram plantas mas não sabem direito o que fazer com elas e, como está um dia lindo aqui em Salvador, brisa suave, céu azul de brigadeiro, muito verde embaixo da minha janela, aproveito para publicar aqui no blog um artigo do professor Luiz Erlon Rodrigues, que ensina a cuidar de orquídeas.  Plantas, além de embelezarem o ambiente, transmitem harmonia. Cuidar de um jardim também é excelente terapia. Aos que possuem o dom da jardinagem, meus parabéns! Confiram as dicas para deixar suas flores mais bonitas:

======================================

**O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE NUTRIÇÃO DE ORQUÍDEAS

*Luiz Erlon Rodrigues

As orquídeas são consideradas plantas muito evoluídas do reino vegetal. As mais diferentes espécies podem ser encontradas em quase todo o globo, excetuando as regiões polares e os desertos mais áridos. Existem aproximadamente 35 mil espécies de orquídeas e milhares de híbridos. Estima-se em 600 o número de gêneros.

Dentro da imensa variedade de espécies, encontram-se orquídeas microscópicas com flores menores que 2 mm (Eurystyles) e tão grandes, com hastes florais de mais de 4 metros (Selenipedium). Diante disso, as condições de cultivo, cuidado e adubação podem variar na mesma proporção.

Deve-se ter atenção para alguns cuidados com essas plantas. O cultivo de orquídeas passa por um período de aclimatação, algumas vezes muito crítico na vida da planta. Durante essa fase, as orquídeas podem ser submetidas a vários tipos de estresse, principalmente hídrico (ligado à absorção de minerais), de luminosidade (relacionado à síntese de clorofila e crescimento) e infecções por fungos, bactérias e vírus (devido ao enfraquecimento de suas defesas).

Uma iluminação inadequada pode, também, interferir diretamente em sua floração, principalmente no inverno. Durante os meses mais ensolarados, deve-se protegê-las da exposição excessiva aos raios solares, evitando o amarelamento e a queima das folhas. A própria orquídea serve como indicadora de sua iluminação adequada. Plantas insuficientemente iluminadas terão folhas com um tom verde escuro intenso, enquanto as bem iluminadas terão folhas de coloração verde claro brilhante.

Um outro cuidado importante é com a água. A superirrigação das orquídeas é freqüentemente, a causa mais comum do aparecimento de doenças, ou mesmo da morte da planta. Isso porque os substratos, quando encharcados, irão competir com as raízes na captação do oxigênio. A maneira correta de se hidratar uma orquídea é aguar o vaso onde a planta se encontra, colocando-o dentro de uma lâmina d’água em torno de 3 cm de espessura. Daí é só esperar que a água suba por capilaridade, umedecendo o substrato. O simples ato de aguar, de cima para baixo, pode contribuir para a lixiviação do substrato, retirando os sais minerais solúveis, importantes para o desenvolvimento das plantas. Durante os meses frios, evite aguar as plantas em ambientes com temperaturas abaixo de 8°C. Isso pode prejudicar o metabolismo de suas raízes. Também não se recomenda os ambientes muito secos. As orquídeas respondem muito bem quando cultivadas em ambientes com 50% a 70% de umidade relativa do ar.

Existem basicamente dois tipos de orquídeas: as que suportam temperaturas noturnas em torno dos 7°C e as que não suportam temperaturas abaixo de 15°C. Temperaturas em torno dos 27° são extremamente favoráveis ao desenvolvimento e floração da maioria das orquídeas.

Os ambientes ventilados são muito importantes para o desenvolvimento das plantas. A renovação do ar diminui a incidência de doenças, principalmente de fungos, bactérias e vírus, e assegura um nível fisiológico de dióxido de carbono utilizado na fotossíntese. Deve-se evitar, no entanto, ambientes demasiadamente ventilados, pois afastam insetos importantes no processo de polinização das plantas e podem inclusive desidratá-las.

Algumas plantas vivem e se desenvolvem em ambientes muito adversos e, portanto, necessitam de um adicional de nutrientes para assegurar um crescimento saudável. Tudo isso dependerá, claro, das condições do ambiente e das características de cada orquídea. Em termos gerais, deve-se aplicar o fertilizante foliar uma vez a cada 15 dias, quando as plantas estiverem em processo de crescimento ou floração e, mensalmente, naquelas adultas e em intervalos não floridos. Orquídeas cultivadas artificialmente requerem formulações mais ricas em nitrogênio. Outro processo importante consiste em lavar toda a planta, principalmente raízes e folhas, duas vezes por ano, evitando a desidratação e outros efeitos nocivos do uso excessivo de fertilizantes.

*Luiz Erlon Rodrigues é cientista especializado em cuidados com plantas. Doutor em medicina pela UFBA e pós-doutor em enzimologia e microanálises nas universidades de Paris XII (Créteil) e XIII (Bobigny), França; é ainda professor titular da Faculdade de Medicina da UFBA e da Escola Baiana de Medicina, além de dirigir a Biofert.

**Artigo encaminhado ao blog via email pela Inferface Comunicação.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigo, Qualidade de Vida e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

18 respostas para Artigo: Para cuidar bem das suas orquídeas

  1. Claudiane disse:

    Oi!Ganhei um vaso d orquídeas ano passado e até pouco tempo ela estava linda,até q resolvi trocá-la d vaso.Agora ela está morrendo aos poucos!Coloquei-a d volta no vaso antigo,mas parece ñ estar adiantando.Por favor me ajude a salvar minha orquídea!Há alguma coisa q eu ainda possa fazer p salvá-la?

  2. amo orkidias tambem

  3. joão v disse:

    tenho duas orquideas. Estou enduvida como fazer elas pegarem mudas, vcs podem me ajudar?

  4. Oi João,
    O artigo que publiquei aqui no blog em 2009, foi escrito pelo professor Luiz Erlon Rodrigues e enviado para nós através da sua assessoria de comunicação naquela ocasião. Infelizmente, não tenho mais o contato do profissional e, como disse logo na abertura do texto, embora goste de jardins e flores, não sou especialista em plantas e não sei cuidar delas. Recomendo que você entre em contato com o local onde adquiriu as orquídeas ou com uma floricultura, onde geralmente os profissionais são treinados no cuidado com plantas. Abs e boa sorte!

  5. Créia disse:

    amo orquideas, mas nao sei como cuidar delas….

  6. Sim muito massaa…
    mecho com orquideas tambem…
    poderiamos fazer um intercanbio…
    para ns conhecermos…
    beijoss

  7. Fernanda Monteiro disse:

    Olá, faz alguns dias que comprei orquídeas para decorar a sala da minha casa nesta site de floricultura http://www.floresonline.com.br/ Agradeço muito, as dicas com os cuidados e recomendações de tratar essa flor que é uma das mais lindas, particularmente falando. Ela está na sala, tem pegado sol, e não excessivamente porém também estou com alguns problemas da mesma forma que a Claudiane, acredito eu que seja o problema da água,
    Beijinhos e boa semana!

  8. Obrigada pela mensagem, Fernanda. E boa sorte com suas orquídeas, que são flores lindíssimas e merecem todo o nosso cuidado! Beijos!

  9. alessom disse:

    eu queria saber se eu ´posso colocar em outro vaso com areia ou se deicho no mesmo vaso
    a minha orquidea que eu acabei de ganhar

  10. terezinha resmini disse:

    olá prazer em conhecer , amei suas orquideas e as dicas tambem tenho alguns exemplares e estou aprendendo a cuidar delas .

  11. sidnea disse:

    nunca plante uma orquidea em areia ou terra, ela não sobreviverá, utilize substratos, existem algumas poucas orquideas que são cultivadas em terra,procure saber se a sua é uma dessas.

  12. eu tabem cultivo orquideas

  13. José Aurélio de Carvalho disse:

    olá sou Aurélio
    como fazer a muda da orquidea copo de leite

  14. marly norvina fatima frança disse:

    marly norvina
    E verdade que pode planta orquidia com carvão?

  15. michele disse:

    eu tenho 3 orquidia mas nao sei em q ano elas floresem sao folhas pequenas e tem dentro das folhas uns pontinhos nao sei se vai vim a florir elas

  16. joao batista leite disse:

    cultivo orquideas’ porque gosto e amo orquideas, tenh aprximadamente 15 tipo diferentes. sempre tenho flores lindas e maravilhosas. E m local com pouca incidencia de sol, (+ ou – 75minutos) diariamente, ventilado normlmente, cuido bem delas, mas sempre tenho (mos) algo a aprender econservas-las sempre vivas.

  17. ines santos disse:

    tenho uma orquidea esse ano ela deu flores estava linda so que derrepente ela começou a murchar o que devo fazer

  18. Ano passado parece que foi o ano das orquídeas. Todas deram flores. Esse ano já esta´diferente.

DEIXE UM COMENTÁRIO!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s