Artigo: Estresse provoca dores na mandíbula

Tenho uma amiga que há alguns anos viveu uma crise de estresse tão violenta que começou a sentir dor até para mastigar a comida. Foi ao otorrinolaringologista, ao especialista bucomaxilofacial, fez todo tipo de exames, raio-x da face, e nada, não tinha nada errado com os dentes ou com os ossos do maxilar. Até que, conversando com outra conhecida, que é psicoterapeuta, veio o diagnóstico: “crise de estresse”. Minha amiga estava tão tensa, que nem percebia que ao falar, contraia toda a musculatura da mandíbula. Ela apertava os dentes quando estava nervosa e exercia uma pressão enorma no maxilar, machucando as articulações dessa região. Lembrei desse caso quando recebi o email com um artigo do dentista Marcelo Bolzan. O texto, que publicamos abaixo, descreve exatamente o tipo de problema que a minha amiga viveu e orienta de que forma podemos prevenir esse efeito negativo da tensão acumulada sobre as nossas vidas e a nossa saúde. Confiram:
======================================================

Estresse pode levar à ocorrência de disfunções temporomandibulares

*Prof. Dr. Marcelo Bolzan

Ilustração mostra a disfunção da articulação temporomandibular (DTM)

As desordens que acometem a articulação temporomandibular (ATM) podem acometer adultos e crianças. Em especial profissionais e executivos – assim como qualquer outra pessoa – quando submetidos a altos níveis de estresse tendem a apertar e ou ranger os dentes.

E tanto a maior intensidade e frequência, noturna  ou diurna, resulta na contração muscular. Com isso sintomas como fadiga e cansaço, nos casos mais leves, ou dores de intensidades variadas – nos casos mais dramáticos – podem resultar em dores crônicas e dores de cabeça que não cessam.

Isso ocorre em virtude da duração do período em que a tensão é exercida, bem como o excesso de contração na articulação, nos dentes e nos próprios músculos.

O correto diagnóstico do problema se faz necessário na medida em que estes sintomas podem ter sido causados pelo estresse ou terem sido desencadeados por ele, somente evidenciando assim problemas que já existiam, mas estavam latentes.

O caminho para solucionar o problema é a aplicação de um tratamento adequado, que pode variar da aplicação de analgésicos, relaxantes musculares, antiinflamatórios para os casos agudos  com causas temporárias.

Além disso, a utilização de fisioterapia, laser, aplicação de placas oclusais e ministração de medicamentos para melhorar o sono são indicadas par os mais renitentes.

No entanto, é válido salientar que essas são as manifestações físicas do estresse. Mas a causa deve ser combatida ou controlada por meio de relaxamento, autocontrole, mudança de hábitos e psicoterapia, se necessária. Daí a importância do correto acompanhamento profissional.

*Marcelo Bolzan é formado pela Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (USP), doutor em ciências da saúde pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), pós-graduado em TMJ Disfunction pela UCLA (University of California /EUA) e Reabilitação Oral pela USC (University of Southern Califórnia/EUA). Além disso, é coordenador do curso de Dor Orofacial e Disfunção Temporomandibular da Fundecto USP.

>>Visite o site do especialista

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigo, Qualidade de Vida, Saúde e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para Artigo: Estresse provoca dores na mandíbula

  1. Giovana disse:

    Cada pessoa é única e possui uma forma diferente de responder ao estresse. Alguns têm problemas intestinais, outros possuem distúrbios de memória, outros, ainda, disfunções sexuais e por aí vai.

    No geral, o estresse ocasiona tensões pelo corpo todo ou em algumas regiões específicas. Em alguns casos, as chamadas doenças psicossomáticas costumam aparecer e nestas torna-se difícil constatar as causas.

    A meu ver, a medicina ainda não está preparada para lidar com os casos de estresse, pois a maioria dos profissionais trabalha atuando nos sintomas e não nas causas do problema, com investigações mais aprofundadas. É o famoso “olhar a doença e não a pessoa”. E, com o Ato Médico, isso só tende a piorar.

    Por que não considerar que muitos casos de câncer podem ter surgido devido a uma vida estressante e por demais atribulada? Estudos nesta área poderiam ajudar muito a direcionar o tratamento e até aumentar as chances de cura a muitos pacientes.

  2. Giovana disse:

    *complemento: e nestas torna-se difícil constatar as REAIS causas.

  3. TO COM DORES NA MANDIBULA APERTAMENTO.RESUMINDO DORES MUSCULARES NO CORPO TODO ME AJUDA FIZ UM EXAME FAN E ME ACUSOU NUCLEO REAGENTE.ARTRITE TO MUITO TRISTE. ME AJUDEM MUITA FRAQUEZA CANSAÇO TO TOMANDO REMEDIO DA REUMATOLOGIA.OBRIGADA

  4. larissa disse:

    minha mandibula chega a travar por causa do stress sinto dores para abrir a boca ou mastigar muitas vezes!!!!!!!!!!!! e horrivel

  5. MARCIA disse:

    ESTOU HÁ ANOS COM ESSAS DORES MANDIBULA,DOR DE CABEÇA. DOI ATÉ DENTRO OLHOS, JA FUI EM TODOS MEDICOS, ESTOU INDO DENTISTA, A UNICA COISA MELHORA UM POUCO E CALMANTE NATURAL QUE TOMO, SE NÃO FOSSE ISSO, JA TERIA ENLOQUECIDO, POR QUE PRECISO TRABALHAR, ESTAR BEM… SE EU PASSAR NERVOSO, QUE NÃO É DIFICIL, NOS DIAS DE HOJE, NEM CALMANTE QUE EU TOMO MELHORA, OU SEJA NÃO SEI MIAS O QUE FAZER , DITO POPULAR ….JA ESTOU SACO CHEIO, DESSA DOR …PIOR NAO TENHO COMO RESOLVER…… GASTANDO UM DINHEIRO COM DENTISTA PARA VER SE RESOLVE,,,, MAS A DOR CONTINUA…..COMO RELAXAR, MEDIANTE TANTOS Á FAZER, ….

  6. Liss disse:

    Olá, Márcia. Você melhorou das dores? Qual o nome do calmante natural que você utiliza?

  7. anna disse:

    Doutor meu marido está com uma dor localizada perto do ouvido aonde faz o movimento de abrir e fecha a boca começou fazendo um barulho de osso esfarelado disse ele no outro dia ele reclamou que não conseguia mastigar direito e muito menos bocejar pois doía muito e também com a sensação de boca presa como se tivesse com a boca aberta ele nunca teve isso não Sabemos o que fazer nos ajude.

DEIXE UM COMENTÁRIO!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s