Traça de biblioteca: Mais dicas de livros infantis

Na última sexta-feira, iniciamos a série Traça de biblioteca, com dicas de lançamentos do mercado editorial nacional. Como o hábito da leitura se forma desde pequeno, o primeiro post foi sobre os livros infanto-juvenis que já estão disponíveis nas livrarias, seja reais ou virtuais. Hoje, vamos continuar falando de leituras para os pequenos, porque esse é um segmento que tem crescido bastante. Eu particularmente, passo horas diante das prateleiras de livros infantis, que mais de uma vez, já recomendei aqui no blog como elixir da eterna juventude para os adultos. Confiram as novidades da semana:

Histórias sem palavras
historias sem palavras

A coleção francesa tem a participação do ilustrador Fernando Vilela e aborda temas como solidão, coragem, insegurança e amizade, com o objetivo de incentivar o leitor infantil a desenvolver a criatividade e o aspecto lúdico por meio de imagens.

Preço: R$ 19,90 (cada)
Editora: Escala Educacional

A Busca do Cavaleiro

Ilustrações: Fernando Vilela

“A Busca do Cavaleiro” traz a história de um cavaleiro medieval que sai com a missão de salvar uma mocinha. Durante seu trajeto rumo a um castelo, ele encontra um dragão. Depois de dominá-lo, utiliza-o como meio de transporte até que em uma luta com outro monstro – uma cobra gigante – o dragão é morto, e o cavaleiro passa a ter domínio sobre a cobra. À vista de sua chegada, montado na cobra gigante, arqueiros de um castelo se colocam em posição para combatê-lo. O destemido cavaleiro enfrenta todos eles, colocando a cidade de “pernas para o ar”. Ao final da história ele consegue salvar a mocinha que se encontrava prisioneira na torre do castelo. A narrativa não apresenta texto, apenas ilustrações.

A Máscara

Ilustrações: Juliette Binet

“A máscara” conta a história de um ratinho que por se sentir diferente de um grupo de crianças em um jogo de futebol, resolve usar uma máscara para ser aceito por elas. Por um certo período, eles brincam juntos, até que um dia a máscara do ratinho  cai e sua identidade é revelada. Todos o olham com surpresa, e quando, constrangido, ele se dispõe a ir embora, os demais colegas decidem também  revelar suas identidades, tirando suas máscaras. Traços sutis e tons pastéis compõem a obra, que, por conta disso, apresenta também um clima meio enigmático e de suspense só revelado no desfecho da história.

Ladrão de Galinha

Ilustrações: Béatrice Rodriguez

“Ladrão de galinha” relata que, certo dia, logo ao amanhecer, estavam reunidos felizes e despreocupados alguns bichos em sua casa no campo. Eram eles: o urso, o coelho, o galo, algumas galinhas com seus pintinhos, quando de repente aparece uma raposa e rouba uma das galinhas. O urso, o coelho e o galo passam a persegui-la pela floresta. À noite, à procura se torna mais difícil com a floresta cheia de sombras. Quando amanhece, os amigos da galinha avistam a raposa, que por nada se desprende de sua presa. Depois de exaustiva fuga, a raposa consegue chegar com a galinha a uma praia onde um barco as espera. Mesmo em alto mar, os amigos continuam tentando salvar a galinha.  Só que ao final, quando chegam à casa da raposa, eles descobrem que as intenções dela eram boas e que ela vive solitária em um lugar no fim do mundo…

Meu Leão

Ilustrações: Mandana Sadat

“Meu leão” conta a história de amizade entre uma criança perdida em um deserto africano e um leão. A princípio, ela parece, ser uma presa fácil para o leão, que, depois, comovido com suas lágrimas, desiste de comê-la, e a leva para a savana, região habitada por vários animais.
Na savana, outro leão tenta matar a criança, mas, o leão, seu amigo, a defende em uma luta. O leão decide partir com a criança para um terra distante, devolvendo-a à sua gente. Mas, os guerreiros de sua tribo confundem as coisas e atacam o leão que foge de volta para sua família.

===============================

Quarup uma festa no Xingu

QuarupMais recente título da coleção Vamos Cirandar. O livro leva o pequeno leitor ao Mato Grosso e mostra a magia de um dos rituais mais importantes dos nossos indígenas. O Quarup é uma festa que homenageia os mortos. É uma comemoração regada de muita dança, música, lutas e peixes saborosos.   Ela se realiza sempre na estação da seca (agosto ou setembro), porque nesta época nunca chove e há fartura de alimentos. O personagem mais importante é um parente próximo do morto que será homenageado. Ele é o responsável pela alimentação de todos os convidados. Várias pessoas ajudam na organização da festa, já que o festeiro sozinho não conseguiria preparar, armazenar e distribuir a comida. Há ainda os mensageiros, que se encarregam de ir até as aldeias amigas e convidar sua gente para o Quarup. Em Quarup uma festa no Xingu, o personagem central – Dani – narra sua experiência no parque indígena do Xingu durante um feriado prolongado. Ele tem seu primeiro contato com a floresta, com inúmeros peixes, bichos e também com os índios da região.

Quarup uma festa no Xingu

Autor: Luiz Galdino

Ilustrações: Joana Lira

Preço (unid): R$ 22,50

Faixa etária: a partir dos 8 anos

Editora: Escala Educacional

==============================

A casa na praia

casanapraiaO Livro fala da importância dos sonhos e de como a amizade é primordial na realização deles. Conta a história do caramujo que queria muito conhecer o mar. Pelo caminho, conheceu um gigante, que tinha uma enorme sombra, e quando andava seus pés faziam o maior barulho. Preocupado com isso, o gigante sentou-se num gramado, tirou de sua mochila um novelo de lã e agulhas de tricotar. Curioso, o caramujo perguntou: “O que você está fazendo?” “Estou tricotando um par de meias bem grossas e macias, para não atrapalhar as pessoas com o barulho do meu caminhar!”

A casa na praia

32 páginas

Autora: Heinz Janisch

Ilustração: Helga Bansch

Preço: R$ 21,90

==============================

Meu amor

EE_MEUAMOR_capa.qxd:Layout 1O livro conta a história de um “animal estranho” com pelo de cachorro e cabeça de porco. Um personagem criado a partir de bordados, que não se enquadra em nenhuma espécie. Para os outros personagens da trama, ele tem aspecto de diversos animais, e nem ele próprio sabe exatamente o que é. Por isso, vaga pela história como um bicho solitário, sem companhia, sem poder se relacionar com nenhum dos outros animais. Até que depois de tantos desencontros,  uma pulga se apaixona pelo estranho animal.

Meu Amor

Autora e ilustradora: Beatrice Alemagna

Tradução: Irami B. Silva

Assunto: respeito às diferenças, amor

32 páginas

Preço: R$ 21,90

Anúncios
Esse post foi publicado em Cultura, Literatura, Serviços e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Traça de biblioteca: Mais dicas de livros infantis

  1. garota radical disse:

    não gostei de nada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. É uma pena Gisele (garota radical), que vc não tenha gostado. Acredito que seja adolescente e no caso das dicas acima, são para crianças mais novas que você. Infelizmente, quando a gente não aprende a sonhar desde pequeno, dificilmente aprende a gostar das coisas. Abs!

DEIXE UM COMENTÁRIO!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s