Mutirão para diagnóstico de glaucoma em Salvador

Conversa de Menina abre espaço para divulgar a 6ª Campanha Salvador Contra o Glaucoma, que acontece nestas quinta e sexta-feira, dias 9 e 10 de julho, e espera atender até duas mil pessoas com exames gratuitos para indivíduos acima de 45 anos.  Confiram as informações enviadas pela assessoria de comunicação da campanha e ajudem a divulgar a iniciativa.

=============================

Glaucoma_2Segunda principal causa de cegueira no mundo, o glaucoma está no topo da lista quando se trata da população negra e parda, que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), tem mais tendência de desenvolver a doença. Daí a importância da campanha Salvador Contra o Glaucoma, que mobiliza médicos e hospitais em um grande mutirão para esclarecer dúvidas da população e oferece exames oftalmológicos para o grupo de risco. A campanha será nos dias 9 e 10 de julho, quinta e sexta-feira, no Largo do Bonfim, em frente à Igreja Nosso Senhor do Bonfim.

“De fato, numa cidade onde mais de 70% da população é formada por negros e pardos, campanhas dessa natureza são essenciais. Limitamos o atendimento a pessoas com mais de 45 anos pelo fato de a incidência ser maior a partir dessa idade, além de não termos estrutura para atender a todos. Mas fica o alerta para a população em geral sobre a importância da prevenção”, orienta a oftalmologista Cláudia Galvão, Presidente da Sociedade de Oftalmologia da Bahia (SOFBA), organizadora do evento.

Segundo ela, no que se que refere ao glaucoma, além dos afro-descendentes, devem consultar um oftalmologista pelo menos uma vez ao ano pessoas que apresentem uma ou mais das seguintes características: ter mais de 45 anos, já ter constatado pressão ocular elevada, ter caso de glaucoma na família, diabetes, miopia, histórico de lesão nos olhos ou que façam uso prolongado e continuo de esteróides/cortisona.

Sobre a campanha

Trinta médicos voluntários irão aplicar dois exames preliminares – de pressão ocular e de fundo de olho -, que podem indicar suspeita de glaucoma. “Quando identificarmos risco real, iremos encaminhar o paciente para uma avaliação médica mais detalhada. Esses pacientes irão sair da triagem com uma consulta já agendada”, afirma Dra. Fabíola Mansur, oftalmologista conselheira da SOFBA. Nos últimos cinco anos de campanha, das 16 mil pessoas atendidas, 3,5 mil foram encaminhadas para a segunda consulta.

A campanha tem o apoio da Alcon Laboratórios do Brasil Ltda e de cinco instituições médicas: Hospital das Clínicas de Salvador, Hospital Roberto Santos, Hospital Santa Luzia, Instituto Brasileiro de Oftalmologia e Prevenção da Cegueira – IBOPC e a Clinica de Olhos Oftalmodiagnose

O glaucoma

glaucomaFreqüentemente chamado de “inimigo oculto”, o glaucoma atinge mais 1 milhão de brasileiros. Trata-se de uma doença isolada multifatorial, que envolve danos ao nervo óptico, responsável por enviar sinais visuais ao cérebro. A doença não tem cura, mas o diagnóstico precoce pode evitar a perda da visão. Na maioria dos casos, um tratamento à base de colírios pode ser o suficiente para manter a enfermidade sobre controle. Mas medicamentos orais e intervenções cirúrgicas também podem ser necessários. “O tratamento requer uma rígida disciplina para funcionar. Muitos pacientes se esquecem de pingar o colírio ou não respeitam os horários de aplicação do medicamento, já que a doença é assintomática”, alerta Dra. Cláudia.

No passado, a pressão intra-ocular era controlada basicamente com o uso de colírios que apresentavam alguns efeitos colaterais sistêmicos e exigiam de duas a três aplicações por dia. Na última década, o advento de colírios de prostaglandinas no tratamento clínico do glaucoma foi um verdadeiro avanço, por serem mais seguros, eficazes e oferecerem maior comodidade posológica, pois, em muitos casos, podem ser aplicados apenas uma vez no dia.

=========================

Links úteis:

>>O que é glaucoma? – Site do Instituto Benjamin Constant

>>Saiba mais sobre o glaucoma – Site Saúde Vida On Line

>>Site da Sociedade Brasileira de Glaucoma

About these ads
Esse post foi publicado em Saúde e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Mutirão para diagnóstico de glaucoma em Salvador

  1. bruno da silva galvao disse:

    eu tenho a doença mas como possso chegar ate vcs como eu faço por favor me chamo bruno da silva galvao

  2. Andreia disse:

    Oi Bruno,

    Nós não somos médicas, somos jornalistas. Estamos divulgando este mutirão de diagnóstico de glaucoma que ocorreu aqui em Salvador. O ideal, se vc não teve como ir ao mutirão, é que procure uma clínica e um oftalmologista especializado nesta doença, só o médico poderá ajudá-lo.
    Abraços.

  3. JOSUITA SOUSA MATOS disse:

    EU TENHO GLAUCOMA A MAIS DE 3 ANOS,JA ESTOU EM TRATAMENTO TENHO TIDO SUCESSO COM O COLIRIO TRAVATAN.FASSO MEU TRATAMENTO EM GOIANIA NA CLINICA DO DR JUIZ MALTEZ CONSULTO DE4 EM4 MES.OBRIGADO POR ESSA OPORTUNIDADE

  4. Andreia disse:

    Oi Josuita,

    Você está certíssima, se o paciente seguir o tratamento corretamente, fizer tudo direitinho como o seu médico recomenda e usar os colírios que o médico passa, os riscos do glaucoma se complicar são bem menores e a pessoa terá mais qualidade de vida.

    Um abraço e obrigada pela visita ao blog.

  5. erlone disse:

    tenho glaucoma mais de 8 anos, ultimamente tou tendo muita dificuldade para controlar minha pressão.

  6. weila disse:

    Minha mae é praticamente cega por causa do glaucoma, e eu também tenho a doença mais devido o problema da minha mãe fui diagnosticada e estou sob tratamento, mesmo fazendo a cirugia tenho que continuar com os coliríos?

  7. Andreia disse:

    Weila,
    O glaucoma é uma doença crônica, minha mãe também tem. Quando um paciente opera, ele não fica curado, ele apenas regride a doença, mas vai precisar de acompanhamento médico por toda a vida, fazer exames de tres em tres meses, e monitorar para que a pressão ocular não volte a subir. Só o especialista pode dizer se você precisará dos colírios ou não. Minha mãe, por exemplo, operou e está sem colírio por enquanto, já minha tia, que tb fez a cirurgia, precisa usar um tipo de colírio. Cada caso é um caso e só seu médico poderá te orientar. Não pare o tratamento e nem deixe de fazer as visitas regulares ao seu oftalmologista, isso é muito importante. Boa sorte!

  8. Rogerio disse:

    eu tenho glaucoma a mais de 8anos ja fiz 2 cirurgias no olhoesquerdo e agora consegui controlar apressao ocular amedia e 17e19

  9. Paula Gomes disse:

    QUnado terá novamente mutirão referente glaucoma em Salvador\/

  10. Paula, não recebi informações sobre um novo mutirão aqui em Salvador. Mas assim que souber da realização de outro evento deste, divulgarei aqui no blog. Beijos.

DEIXE UM COMENTÁRIO!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s