Dicas para programar a viagem ao exterior – parte 1

Malas===================
Leia também:
>> Mais dicas – parte 2
>> Mais dicas - parte 3
===================
Você decidiu organizar sua primeira viagem para fora do País. E agora? O que fazer primeiro? Que providências tomar? Este post foi escrito para dar uma mãozinha com algumas dicas importantes àqueles que estão programando uma viagem para fora do País e não sabem por onde começar. Claro que nada como a primeira experiência para aprender a se virar melhor. Mas umas sugestões iniciais podem ajudar, e bastante, para que sua viagem tenha o mínimo de contratempos possíveis. Aos poucos vou acrescentando novas dicas. Fiquem de olho.

==== PROGRAME-SE ====
É importante programar sua viagem com antecedência. Quanto antes você souber exatamente onde quer ir, mas fácil encontrar hospedagem com preços mais acessíveis. Então, tente antecipar seu planejamento para tentar economizar nos gastos.

==== IDENTIFICAÇÃO ====
Depois de escolhido o destino, você precisa tomar medidas importantes. Primeiro, o passaporte e o visto. Embora alguns países não exijam o passaporte, por precaução você pode logo tirá-lo e mesmo não sendo obrigatório, valerá como identidade em qualquer local. Também procure verificar se o País exige o visto e onde é possível tirá-lo. Em alguns casos, você terá de viajar para outro Estado.

==== VACINAÇÃO ====
Alguns locais também exigem que você tenha tomado certos tipos de vacinas. É preciso investigar isso também. É muito importante adiantar estas questões burocráticas e tomar conhecimento das exigências para ingressar no País o mais rápido possível. Para os EUA, por exemplo, se seu visto for negado, já era viagem. Então, programa-se.

==== HOSPEDAGEM ====
Chegou a hora de escolher onde se hospedar. Claro que existe hotel/pousada para todos os bolsos e é bom saber o quanto você está disposto a gastar. Na internet você acha muita coisa, desde hóteis cinco estrelas a albergues e afins. Uma dica bacana é, antes de fechar com o hotel, acesse os fóruns de discussão sobre viagens para saber a opinião das pessoas que já se hospedaram lá. As fotos nos sites podem enganar e o google é uma ferramenta poderosa para isso.

==== DINHEIRO X CARTÃO ====
Pesquise sobre a moeda que vigora no local e faça uma busca para saber sua valorização com relação ao real. Aproveite para verificar se as casas de câmbio de sua cidade vendem a moeda ou se só será possível comprá-la quando chegar ao País de destino. Outra coisa importante, tente adquirir um cartão de crédito internacional.

Claro que você não vai estourar o limite, mas serve como precaução nos casos de necessidade. Se você ainda não tem o tal cartão, lembre-se de pedir com bastante antecedência, afinal precisa preencher proposta, esperar aceitação, esperar chegar em casa. Ainda sobre o cartão, por segurança, leve logo anotado os telefones para atendimento ao cliente que você precisará ligar em caso de problemas no exterior.

==== CASAS DE CÂMBIO ====
Se você não conseguir trocar nenhum valor em sua cidade, pelo menos compre alguns dólares (caso a moeda local seja diversa). Normalmente é aceito em outros países. E quando chegar lá, não troque todo o valor na casa de câmbio do aeroporto. Trocar dinheiro no aeroporto é geralmente sinônimo de prejuízo. Troque apenas o necessário para pagar o táxi até o hotel. No outro dia, pesquise as casas de câmbio locais, porque a diferença pode ser bastante significativa. E não ache que só porque as casas ficam na mesma rua que o preço que cobram é o mesmo. Nada disso. Entre em cada uma delas.

==== CHAMADAS INTERNACIONAIS ====
Vários países possuem cabines telefônicas espalhadas por pontos estratégicos (centro comercial, estação de metrô…). Antes de fazer suas ligações do hotel, procure saber se há estas cabines e qual o valor da ligação. No hotel, pode sair bem mais cara a chamada. E numa viagem para fora, economizar é a palavra de ordem.

==== ARRUMANDO AS MALAS ====
Para arrumar as malas, pesquise sobre a temperatura do local para onde vai viajar. Essa é uma informação fácil de achar pela internet. O orkut também pode ajudar bastante. Há um série de comunidades e você pode trocar informações sobre o local. Com estes dados, fica mais fácil saber o que colocar na bagagem e o que deixar em casa. Se estiver pensando em seguir vários destinos, lembre de pesquisar sobre todos os lugares, para não ter surpresas desagradáveis e precisar fazer gastos extras com roupas.

About these ads

Sobre Alane Virgínia

Apaixonada por livros, letras, sons, imagens e pessoas. Advogada por vocação e jornalista nas horas vagas.
Esse post foi publicado em Turismo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Dicas para programar a viagem ao exterior – parte 1

  1. Pingback: Dicas para programar a viagem ao exterior - parte 2 « Conversa de Menina

  2. Pingback: Home exchange: turismo residencial « Conversa de Menina

  3. Pingback: Dicas para programar a viagem ao exterior - parte 3 « Conversa de Menina

DEIXE UM COMENTÁRIO!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s